Buscar

Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo

"A Deus, ninguém jamais viu. Mas o Unigênito de Deus, que está na intimidade do Pai, Ele no-lo deu a conhecer." (Jo 1,18)



O nascimento de Cristo é uma grande alegria, que mereceu ser anunciada pelos anjos do céu; mas é também uma notícia “incômoda”, porque nos fala de um nascimento que exigirá, de agora em diante, uma decisiva tomada de posição.


Deus é tão poderoso que Se fez pequeno e veio ter conosco como menino indefeso, para que O possamos amar. Deus é tão bom que renuncia ao seu esplendor divino e desce ao estábulo para que O possamos encontrar e, assim, a sua bondade chegue também a nós, se nos comunique e continue a agir por nosso intermédio.


O Natal é isto: “Tu és meu Filho, Eu hoje Te gerei” (Sl 2,7). Deus tornou-Se um de nós, para que nós pudéssemos viver com Ele, tornarmo-nos semelhantes a Ele.


Acolhamos o Cristo que hoje quer nascer em nossas almas; acolhamo-lo no presépio do nosso espírito e corramos, de almas limpas, a adorá-lo e servi-lo a partir de hoje com uma vida nova e reta aos seus olhos.

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo